Dicas para um Bom Currículo de Entrevista de Emprego

Como fazer um currículo

Dicas para um Bom Currículo de Entrevista de Emprego

Como fazer um currículo?

O currículo é uma peça fundamental para uma entrevista de emprego. Ele é sua porta de entrada para uma entrevista, e muitos aspectos nele são observados, portanto o melhor é fazer ele da melhor maneira. Sabia quais são as nossas dicas para um bom currículo.

Você deve reunir todas as informações e fatos que possam testemunhar a seu favor, como:

· Sua formação.
· Atividades escolares ou acadêmicas em que realizou tarefas e atividades relevantes
· Trabalhos voluntários.
· Cursos relevantes para a vida profissional.
· Conhecimentos intermediários ou acima em idiomas estrangeiros.

Muitos jovens profissionais ficam em dúvida se devem incluir estágios, trabalhos não registrados e experiências mesmo que ainda não relacionadas aos seus atuais objetivos. No caso de profissionais já experientes na área em que desejam atuar, não seria necessário, mas para jovens em início de carreira, toda experiência que tenha tido duração relevante e regularidade no desempenho da atividade pode ser válida, principalmente para o primeiro currículo. Vamos às dicas.

 

Cabeçalho e objetivo profissional

Você deve informar nome, dados pessoais e de contato. Certifique-se de colocar dados de contato atualizados e corretos, como e-mail e telefones. Evite endereços de e-mail engraçados ou afetivos. Se necessário crie um e-mail especialmente para isso e, após seu envio, consulte-o todos os dias .

Se for colocar o currículo em algum site que peça sua foto, jamais coloque fotos na praia, sem camisa, na boate, com bebida nas mãos, etc. Lembre-se que, por mais que você possa estar belíssimo(a) naquela foto, seu currículo busca alcançar uma nova vaga de emprego e não um novo relacionamento na Internet. Fotos com roupas sérias e postura profissional passam uma melhor primeira impressão.

Quanto ao cargo desejado, que é o objetivo profissional do currículo, coloque o cargo ao qual você está se candidatando caso esteja enviando um currículo impresso a um anúncio de vaga. Por exemplo, se você está cursando Administração e deseja um estágio na área, coloque “Estagiário em Administração”. Escolha sempre cargos compatíveis com o seu momento de carreira.

Coloque um objetivo só, pois o faz tudo na verdade não é especialista em nada.

 

Formação

É o segundo item do currículo para quem está começando a carreira e precisa destacar suas principais forças. Informe a instituição em que está cursando ou cursou e o curso superior que você está fazendo ou fez, e o ano previsto para conclusão ou que concluiu. Não está fazendo curso superior nem nunca fez ? Informe onde e quando concluiu o curso que define sua atual escolaridade.

 

Experiências profissionais

Para muitos jovens, é complicado fazer um currículo. Mas, se você tem alguma experiência profissional, mesmo que não relacionada à área que você deseja atualmente, pode informar logo depois da “Formação”. Se você já possui uma certa experiência é melhor evitar colocar atividades que não possuem nada a ver com seu objetivo por mais que você tenha realizado pois terá que desenvolver um currículo enxuto, de no máximo três folhas, sendo duas folhas o ideal.

Não precisa ter emprego com carteira registrada. Desde que você tenha como comprovar de alguma maneira que realizou o trabalho mencionado, mesmo que sua comprovação seja suas próprias descrições sobre a atividade desenvolvida.

As datas se referem ao início e fim da atividade. Se você está na empresa até hoje, coloque a palavra “atual” no lugar da data final.

Se você tem experiências em mais de uma empresa, inclua as empresas anteriores no mesmo formato. Ordene suas experiências da mais recente para a mais antiga. E procure descrever suas principais atividades que desempenhou nelas, evitando repetir palavras para que na busca por palavras chave (quando perfil on-line) você tenha mais chances. Resultados obtidos que impressionem também contam muito a seu favor.

 

Atividades acadêmicas

Você pode informar atividades acadêmicas usando o mesmo modelo que sugerimos acima para as experiências profissionais. Mas use “Atividades acadêmicas” no título. Em vez do nome da empresa, informe o nome da atividade. Inclua datas de início e fim sempre que possível ou simplesmente o ano em que desempenhou tal atividade. E descreva a atividade da melhor maneira possível para procurar demonstrar que habilidades, conhecimentos e aprendizados você utilizou para desempenhar as funções.

 

Trabalho voluntário

Descreva as atividades sempre buscando demonstrar que tipo de habilidades e conhecimentos você utilizou no trabalho. Essa atividade tem que jogar a seu favor às vistas do selecionador.

 

Idiomas

Informe o idioma e seu nível de conhecimento. Jamais minta quanto ao nível, pois a empresa poderá querer testar seu idioma. Pega muito mal informar algo que o candidato na verdade não conhece.

 

Cursos complementares

Se você tiver feito cursos recentemente para se aprimorar e que sejam úteis para a sua futura vida profissional, informe.

 

Habilidades técnicas

Finalmente, se você tem habilidades requeridas no mercado de trabalho, informe . Por exemplo, conhecimentos em informática: aplicativos, sistemas operacionais etc. Informe somente aquilo sobre o qual você realmente tem conhecimentos.

 

Conclusão

A principal característica de um currículo é ele estar organizado com as principais informações sobre você, de maneira clara e objetiva. E você, gostou das dicas para um bom currículo da Ricci RH?

 

Cláudio Riccioppo é gestor de carreiras da Ricci Assessoria de Carreira e Cursos Gerenciais ( www.riccirh.com.br ). Este ano a Ricci ganhou o prêmio de empresa do ano instituido pela International Quality Company.

 

Veja essa matéria e outras em:

No Comments

Post A Comment