Coaching

Qual é o papel de um consultor de carreira?

Escrito por 9 de novembro de 2017 Sem comentários

Refletir sobre a própria carreira e pensar no futuro não são habilidades de boa parte dos profissionais. Com isso, não é incomum ver talentos desperdiçando potencial por estarem acomodados ou por não conseguirem visualizar qual o próximo passo a dar.

Nesse cenário, ter o auxílio de um consultor de carreira faz toda a diferença. Ele tem a função de orientar a atuação no mercado de trabalho e garantir novas conquistas. Por isso, é fundamental entender como ele age.

A seguir, entenda mais sobre essa questão e descubra o potencial de tal abordagem.

Qual é o principal objetivo de um consultor de carreira?

A grande função de um consultor de carreira é propiciar o impulsionamento profissional. Seu papel é garantir que a pessoa orientada por ele tenha a todos os recursos necessários para se desenvolver no mercado.

Por meio de direcionamentos específicos e análises contundentes, ele identifica ameaças e oportunidades e orienta a atuação.

De certa forma, é como um técnico de futebol, que dá conselhos ao time em busca da vitória do campeonato. Por isso, a consultoria desse tipo é extremamente valiosa para quem deseja crescer no mercado.

Como esse processo é realizado?

Para que esse papel seja cumprido conforme o prometido, é necessário desenvolver todo um fluxo de etapas. Ele garante que, ao final, o profissional sinta que alcançou aquilo que ele esperava inicialmente.

Para tanto, algumas etapas incluem:

Diagnóstico da situação atual

O primeiro passo dado pelo consultor de carreira é identificar como, de fato, está a situação atual do profissional. Ele precisa reconhecer questões como o cargo ocupado, as funções desempenhadas e as habilidades consolidadas.

Também há uma análise que chega até a aspectos psicológicos, interesses e mesmo capacidade socioeconômica. Isso oferece um panorama completo da pessoa em questão.

Estabelecimento de metas

Na sequência, é elaborado em plano de carreira. A ideia é definir metas e objetivos concretos, associados a períodos de tempo e que contribuam para o desenvolvimento profissional.

Tanto para quem quer crescer na empresa quanto para quem busca novas oportunidades, essa etapa inclui para onde a pessoa, de fato, deseja seguir com a sua carreira.

Há objetivos de curto, médio e longo prazo, permitindo que se tenha uma visão mais ampla da atuação no mercado.

Definição de estratégias

Na sequência, são definidas as ações. É nesse momento em que surgem as questões de quais habilidades precisam ser desenvolvidas e quais defeitos têm que ser trabalhados, por exemplo.

Também tem a ver com a busca de vagas em outras empresas e, se for o caso, até a preparação para recolocação profissional e para lidar com headhunters na entrevista de emprego.

Além de tudo, o consultor pode assumir a tarefa de ampliar o networking do orientado, fazendo apresentações a pessoas importantes do ramo.

Acompanhamento de desenvolvimento

Uma vez que as estratégias comecem a ser executadas, o consultor precisa avaliar o desempenho de seu orientado. A ideia é identificar o que ainda pode ser melhorado e o que tem dado mais certo.

Conforme os objetivos forem sendo alcançados é sempre viável rever o plano, fazer adaptações e garantir que os interesses sejam atendidos.

Reconhecendo a importância de um consultor de carreira, é possível impulsionar a sua atuação no mercado. Assim, fica mais fácil atingir objetivos e obter ótimos efeitos.

O que você pensa sobre essa abordagem? Conte nos comentários e participe.