Dicas

5 dicas para elaborar um currículo executivo

Escrito por 5 de setembro de 2017 Sem comentários

Na hora de procurar a recolocação profissional ou até de buscar uma posição melhor, é necessário, acima de tudo, convencer os recrutadores de que você é a melhor escolha. Para tanto, é indispen5sável ter um bom currículo.

Em funções mais elevadas, como cargos executivos e de gerência, esse documento é avaliado com ainda mais cuidado, devido à responsabilidade envolvida na execução de tarefas.

Para ter sucesso na tarefa, confira 5 dicas para elaborar um currículo executivo adequado e descubra quais são os pontos mais importantes.

1. Acerte na ordem cronológica de experiências e formação

Um dos maiores erros na elaboração de um currículo executivo diz respeito à ordem de apresentação dos fatos. Como a questão mais importante é a relevância, é indispensável apresentar as experiências e formações mais recentes, indo até as mais antigas.

Ou seja, fale dos seus últimos empregos antes de falar da primeira vaga ou estágio que você teve. Isso ajuda o recrutador a se focar no que é importante, além de analisar como vem sendo sua vida profissional.

Para cargos executivos, também vale a pena apresentar as experiências antes das formações.

2. Faça descrições relevantes das vagas mais recentes

Além do nome da empresa, posição que você ocupa/ocupou e o tempo de emprego, é interessante fazer breves descrições sobre as vagas mais importantes.

Apresente, por exemplo, quais foram suas funções, desafios e conquistas nos últimos três empregos. Demonstre como era o seu cotidiano, quais habilidades eram requeridas, o número de pessoas na sua equipe e a quem você se reportava.

Isso dará uma boa ideia da sua atuação na carreira, mostrando como você pode se encaixar na organização pretendida.

3. Edite e apresente o que for interessante para a vaga

Ao longo da sua vida profissional, você provavelmente já fez muitos cursos, especializações e adquiriu conhecimentos e capacidades distintas. Porém, nem todos os pontos se encaixam em todas as vagas.

Para demonstrar o interesse específico, edite seu currículo executivo e apresente somente o que for interessante para cada posição.

Mostre cursos e conhecimentos que tenham a ver ou que possam ajudar a posição pretendida. Assim, você fica mais alinhado com a proposição da vaga.

4. Deixe o seu currículo executivo o mais conciso possível

Mesmo que você tenha experiência e muito a oferecer, o ideal é que seu currículo seja conciso. Se tiver menos de 5 anos de experiência, procure resumi-lo em uma página, aproximadamente.

Já se for mais experiente e/ou se contar com mais formações e habilidades que valem a pena ser destacadas, não passe das duas páginas.

O tempo dos recrutadores, normalmente, é curto e currículos muito longos, por melhores que sejam, não são bem-vistos, a princípio.

5. Aprofunde-se com uma boa carta de apresentação

Isso não significa que você não precisa se aprofundar em questões pertinentes, mas que não se encaixam no documento principal. Ainda é relevante chamar a atenção e dar um panorama consistente da sua vida profissional.

Para isso é que serve a carta de apresentação. Ao anexá-la junto do envio do currículo, você demonstra claramente como pode ajudar o empreendimento e qual será sua possível atuação na vaga.

Além disso, é um gesto cordial, educado e que gera uma comunicação pessoal e direta com quem recruta.

Colocando em prática essas orientações, você terá um currículo executivo completo, persuasivo e relevante. Com isso, ficará mais fácil convencer o recrutador do seu valor para ocupar a vaga.

Como anda o seu currículo? Ainda tem alguma dúvida sobre o que fazer? Use o espaço nos comentários e participe.